21/11/2012

Mi Buenos Aires querido

POR WIL (o marido!!)...

Hora do rush, Buenos Aires, quarta-feira 07 de novembro... entrávamos finalmente no centro da cidade, a bordo de um taxi portenho que nos trazia do aeroporto para o hotel, nossa primeira experiência em terra firme na Argentina... passados o encantamento inicial com a cara europeia daqueles prédios e a possibilidade de exercitar um pouco de um espanhol inventado por nós com o taxista, fomos surpreendidos por um apagão de todos os semáforos da Avenida Callao, uma das principais da cidade... por um instante pensei que aquilo era um sinal de que a escolha de Buenos Aires para nossa segunda lua de mel tinha sido realmente péssima, veja só, um apagão bem na entrada da cidade, e eu já pronto para olhar para a Renata com aquela minha cara de “não disse que aqui não era legal??”. Ponderei que não seria uma boa ser o Wilson Irônico naquela situação, e acabei me concentrando em ser o copiloto do taxista, ajudando-o a passar seguramente pelos cruzamentos sem sinalização e cheios de carros... E foi ali, naquele primeiríssimo instante, que comecei a notar a grande diferença entre estar em Buenos Aires e estar em qualquer outra cidade do Brasil... todos os motoristas, motociclistas, pedestres, passageiros, cães e gatos da cidade simplesmente passaram a se ajudar educadamente naquela situação  caótica... o tráfego se intensificou, obviamente, mas fluía de modo ordenado, educado, lento mas contínuo, sem xingamentos, sem ninguém tentando tirar vantagem do outro na hora da decisão de quem passa primeiro pelo cruzamento, enfim...  restou a nós, finalmente, relaxar e curtir em slow motion as primeiras das melhores impressões de Buenos Aires: a arquitetura, as vitrines, a cultura de um povo, os cafés, os pontos turísticos conhecidíssimos (Obeliscos e afins) e, principalmente, as pessoas... chegamos ao nosso hotel no bairro da Recoleta em pouco mais de 20 minutos, cansados pela viagem, mas prontos para explorarmos muito mais daquela que, como constatamos ao fim da semana, é a mais bela cidade que já vimos até hoje...
E assim, tal qual o trânsito lento e intenso do primeiro dia, fluiu nossa visita a Buenos Aires... aos poucos nos misturamos e nos identificamos com aquelas pessoas e lugares, e nos apaixonamos completamente pelo jeito portenho de ser... entre um café e outro, um vinho e outro, entre um bairro e outro, uma livraria, um bife de Kobe, uma empanada, uma conversa com um taxista e outro, descobrimos que ao sul de nossa fronteira existe uma cidade receptiva, completa, boêmia, cultural, dinâmica e moderna, ainda que nostálgica, com mitos e histórias que mantém vivos em cada esquina a essência gloriosa de um país único na América do Sul. Difícil não se apaixonar por um lugar assim... não à toa Gardel, que não era argentino, juntamente com um brasileiro (sim, um brasileiro!!), escreveram  “.... mi Buenos Aires querido”.


Wil
...

6 comentários:

  1. Isso tudo sem citar ainda o Tango!!!! Ah, como eu gosto de tango!!! Rsrsrsrsrsrs! Beijos! Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você gosta de tango?? Que novidade é essa?? Ahahah...
      Bjs amiga!!

      Excluir
  2. Oi Rê e marido da Rê :)
    Que legal!
    Não conheço Buenos Aires, e só escuto coisas boas de lá!
    Depois do que relataram, tenho cada vez mais certeza.
    E tão pertinho daqui, né?
    Continua incluída no meu roteiro de "lugares que quero conhecer" .
    Fico imaginando um apagão no RJ.
    A minha primeira reação seria pânico, dependendo do lugar:)

    Rê, vi que já passou lá em casa, que bom que gostou!:)
    Ah, eu adoro uma reforma.
    Quando fizer um ano de blog, também mudarei.
    Uma coisa, não esquece de ficar como "seguidora" por lá também.
    Nessa caso funciona como um blog rs
    Quando inserir as galerias e o bate papo, vou moderar os comentários para os seguidores, para que fique bem "papo de comadre" e só entre pessoas queridas e amigas! :)
    bjs, obrigada por ter aceitado o convite :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá mesmo Maria... tenho certeza que você vai adorar!!
      Bjs

      Excluir
  3. Muito legal o post sobre "mi Buenos Aires querido"!! Adorei!

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cynthia... o maridão também agradece.
      Bjos

      Excluir

♥ Obrigada pela visita!! =D
Seu comentário será publicado e respondido em breve por aqui.